SÃO PAULO APÓSTOLO





Saulo de Tarso, o apóstolo dos gentios, é uma figura central da Igreja.  Antes de se converter, Paulo, judeu convicto, combatia os cristãos, sobretudos aqueles mais atuantes.  Vejamos como aconteceu sua conversão.


Saulo, que respirava contínuas ameaças e morticínios contra os discípulos do Senhor, foi    pedir ao Sumo Sacerdote cartas para as sinagogas de Damasco. Se encontrasse lá adeptos do Caminho, homens ou mulheres, ele os traria presos a Jerusalém.

Seguindo o seu caminho, ele se aproximava de Damasco, quando, de repente, uma luz vinda do céu o envolveu com o seu brilho. Caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: "Saulo, Saulo, por que me persegues?" "Quem és tu, Senhor?" perguntou ele. "Eu sou Jesus, é a mim que persegues. Mas levanta-te, entra na cidade e ser-te-á dito o que deves fazer." Os seus companheiros de viagem tinham parado, mudos de espanto: eles ouviam a voz, mas não viam ninguém. Saulo se levantou do chão, mas embora tivesse os olhos abertos, não enxergava mais nada, e foi conduzindo-o pela mão que os seus companheiros o fizeram entrar em Damasco, onde permaneceu privado da vista durante três dias, sem comer, nem beber.

Havia, em Damasco, um discípulo chamado Ananias; o Senhor o chamou em uma visão: "Ananias!" "Eis-me aqui, Senhor", respondeu ele. O Senhor acrescentou: "Vai rua chamada rua Direita e, na casa de Judas, perguntarás por alguém chamado Saulo de Tarso; ele está lá rezando, e acaba de ver um homem chamado Ananias entrar e lhe impor as mãos para restituir-lhe a vista." Ananias respondeu: "Senhor, eu ouvi muita gente falar deste homem, e contar todo o mal que ele fez aos teus santos em Jerusalém. E, aqui, ele dispõe de plenos poderes recebidos dos sumos sacerdotes para aprisionar todos os que invocam o teu nome." Mas o Senhor lhe disse: "Vai, pois este homem é um instrumento por mim escolhido para dar testemunho do meu nome perante as nações pagãs, os reis e os israelitas. Eu mesmo lhe mostrarei quanto precisará sofrer por meu Nome." Ananias partiu, entrou na casa, impôs-lhe as mãos e disse: "Saulo, meu irmão, é o Senhor que me envia — este Jesus, que te apareceu no caminho que seguias — a fim de que recuperes a vista e fiques repleto de Espírito Santo." Imediatamente, uma espécie de membranas lhe caíram dos olhos, ele recuperou a vista, e recebeu então o batismo e, depois de alimentar-se, recuperou as forças.  (At 9, 1-9)

Os mesmos ímpeto e convicção que possuía para perseguir os cristãos, Paulo soube empregar para levar o Evangelho aos gentios, e a promover a organização da Igreja primitiva, que se estruturava.  Suas epístolas trazem palavras que são fonte de ensinamento para o trabalho apostólico, dos cristãos de nossos dias.  Empreendedor, apoiou a formação de comunidades e formava cristãos para que multiplicassem, a todos os povos e nações, a Boa Nova de Jesus Cristo.

Santificando a vida: Como está o meu trabalho apostólico?  Tenho o mesmo ardor e convicção de Paulo?
SÃO PAULO APÓSTOLO SÃO PAULO APÓSTOLO Reviewed by Eu & Deus on janeiro 24, 2015 Rating: 5